Ambientes colaborativos computacionais: SADP, SISAC e Buzzsaw em análise

Os ambientes colaborativos de gestão de projetos têm sido uma importante ferramenta para o coordenador, mas ainda não são adequadamente utilizados pelos demais agentes envolvidos nas diversas etapas de projeto. Pesquisas atuais apontam para a necessidade e importância da inclusão de metodologias eficazes de planejamento e gestão na construção civil, garantindo deste modo a qualidade e sustentabilidade das edificações. Parte-se, então, para um novo paradigma no ato projetual e no canteiro de obras, onde as metodologias de planejamento e gestão saem do cenário coadjuvante para assumir papel central. Por meio de softwares avançados e técnicas de engenharia simultânea, os processos e projetos otimizam-se consideravelmente, assegurando maior construtibilidade, sustentabilidade e conformidade do produto final. Contribuir para valorização desse novo paradigma consiste no principal alvo deste artigo, onde compartilharemos os resultados do Projeto “Gestão e sustentabilidade dos projetos e empresas em arquitetura e engenharia”, Sub-Projeto “Ferramentas de inserção tecnológica no ato projetual”. Coordenada pela Prof. Ana Cecília Rocha Veiga, parte da pesquisa contou com a parceria do LACC – Laboratório de Ambientes Colaborativos da UFMG. No presente trabalho são comparadas extranets utilizadas em escritórios de projeto, bem como realizadas considerações sobre sua utilização.

VEIGA, Ana Cecília Rocha; ANDERY, Paulo Roberto Pereira. Ambientes colaborativos computacionais: SADP, SISAC e Buzzsaw em análise. In: SBQP – SIMPÓSIO BRASILEIRO DE QUALIDADE DO PROJETO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO E IX WORKSHOP BRASILEIRO DE GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETO NA CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS, 2009, São Carlos. Anais… São Carlos: USP, 2009.

Clique aqui para baixar o arquivo completo em pdf

Menu
Translate »